Você sabia que as franquias de odontologia são uma ótima opção para os dentistas que desejam abrir seu consultório ou clínica? As franquias relacionadas ao setor da saúde estão em alta para os próximos anos: juntamente com a área alimentícia, esse setor lidera as franquias que mais cresceram em números no ano passado.
Pensando nisso, vamos te explicar no texto de hoje como funcionam as franquias de clínicas odontológicas e mostrar que vantagens e desvantagens você pode ter ao abrir um consultório desse tipo. Veja só:

O que são franquias?

Franquias são sistemas em que os franqueadores, isto é, detentores da marca, autorizam os franqueados a utilizarem os direitos de uso de um determinado produto, marcas ou serviços.
Isso significa que quando você compra uma franquia, pode abrir um negócio próprio — pois não tem vínculo empregatício com o franqueador — sem precisar pensar a empresa “do zero” — já que o modelo do negócio, produtos, marcar, etc. será o mesmo estabelecido pelo franqueador.
Os sistemas de franquia no setor da odontologia surgiram nos anos 90, onde os dentistas começaram a utilizar seu know-how para criar franquias. Através delas, esses profissionais podem atuar em sua área de formação e ainda trabalhar como empreendedores. Os franqueados podem instalar suas franquias odontológicas de acordo com as regras dos franqueadores.

Vale à pena ter uma?

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento das franquias em 2014 foi de R$ 127 bilhões. Esse número representa um crescimento de cerca de 8,8% se comparado ao ano de 2013. Já o número de marcas aumentou de 2.073 para 2.942. Para este, ano foi estimado pela ABF um faturamento cerca de 8% maior do que em 2014.
Algumas vantagens e desvantagens desse sistema são:

Vantagens

• Penetração no mercado de trabalho de maneira mais rápida devido ao sistema bem-estruturado das franquias, podendo trabalhar e contratar colaboradores logo no início do projeto.
• Custos de operação menores se comparados a unidades próprias. A maioria das franquias odontológicas oferece todo o material necessário para que os trabalhos possam ser iniciados.
• Número reduzido de funcionários para a administração e, com isso, menores despesas.
• Melhor poder de compra, pois as franquias odontológicas negociam e otimizam as compras e a utilização das verbas de propaganda, além de investir no desenvolvimento de serviços e produtos.
• Rápida obtenção das técnicas administrativas, de marketing e industriais, pois as franquias odontológicas já possuem sistemas próprios, de modo que só é necessário colocá-los em prática.
• O franqueado terá disponível um fundo de publicidade, fazendo com que a divulgação da imagem da clínica odontológica seja mais rápida e eficiente.
• Facilidade na aquisição de pacientes, pois quando as franquias odontológicas já são reconhecidas, é mais fácil para o franqueado ganhar a confiança do público.

Desvantagens

• Controle menor com relação às redes de distribuição das franquias odontológicas, sendo que um problema que ocorre em uma única franquia poderá afetar as demais.
• Limitação maior na utilização de canais alternativos para a distribuição dos serviços odontológicos.
• Flexibilidade reduzida no que diz respeito a mudanças de serviços e das estratégias utilizadas para atuação no mercado de trabalho odontológico.
• Necessidade de cumprir o contrato feito com o franqueador. Com isso, você não poderá fazer implementos ou mudar o sistema administrativo de sua franquia odontológica sem antes consultar o franqueador.
Ter uma franquia de uma clínica odontológica pode ser muito interessante, mas esse sistema vale a pena para você? O que acha? Reflita e compartilhe a sua opinião conosco nos comentários!