Contar com um número de pacientes em crescimento — ou, no mínimo, estável — é fundamental para manter o consultório próspero e rentável, não é mesmo? Afinal, a cada dia vemos mais profissionais se formando, abrindo um consultório e gerando mais concorrência.
Diante disso, não basta mais simplesmente esperar que os pacientes apareçam: o odontologista deve tomar atitudes ativas para atrair as pessoas para o seu consultório. Confira, neste artigo, algumas dicas de como aumentar o seu fluxo de pacientes e manter o consultório sempre cheio!

Mantenha o seu banco de dados atualizado

Mais barato que conquistar novos pacientes é fidelizar os que você já conquistou. Por isso, mantenha seu banco de dados sempre atualizado para que você possa manter um contato mais próximo com eles.
Além de checar periodicamente que pacientes não voltam há algum tempo para retomar o contato e marcar um check-up, você também pode usar sua base de dados para enviar mensagens no aniversário de cada um, em datas comemorativas relacionadas a sua profissão ou religião, entre outras.
Isso serve para que você mantenha o relacionamento com o paciente e faça com que ele volte ao consultório regularmente, estabilizando o seu fluxo de consultas.

Não peque pela má organização da clínica

Duas práticas são recorrentes quando se fala em consultórios médicos e odontológicos:
• Pacientes que se esquecem da consulta marcada com muita antecedência;
• e dentistas que não respeitam — ou não conseguem se ater a — o horário de atendimento, fazendo dos atrasos um costume.
Tanto um quanto o outro podem ter como consequência uma diminuição no seu número de consultas: o primeiro pela ausência do paciente e necessidade de remarcar o atendimento; e o segundo pela possível insatisfação do paciente com os atrasos, fazendo com que desistam da consulta e até procurem outro profissional.
Para evitar essa redução nos seus atendimentos, o ideal é organizar-se para ser o mais pontual possível — se necessário, contando com 10 minutos a mais em cada consulta para prevenir que ela se estenda além do esperado — e lembrar os pacientes do horário marcado alguns dias antes, seja por telefone, SMS ou e-mail.
Conte com a ajuda da pessoa que trabalha como secretária no consultório para administrar essas questões.

Relacione-se fora do consultório

Além da organização da base de dados e do contato para trazer o paciente de volta para o consultório periodicamente, outra forma de estreitar o seu relacionamento com o público acontece fora do contexto clínico.
Ao encontrar-se com pacientes na rua, cumprimente-os. Além disso, esteja presente nas redes sociais — em seu perfil profissional — e disponível para solucionar pequenas dúvidas via e-mail.
Tudo isso facilita o contato de pacientes e pacientes em potencial, permitindo que você mantenha a agenda cheia.

Divulgue conteúdo relevante

Publicou um artigo em uma revista odontológica? Leu sobre uma pesquisa interessante na web? Compartilhe essas informações com seus pacientes — se possível adaptando-as para o entendimento de quem é leigo em odontologia — em suas páginas nas redes sociais, no site do consultório ou mesmo por e-mail.
Além de manter o relacionamento com pacientes, esse conteúdo pode ser compartilhado por eles com outras pessoas, possibilitando uma divulgação “boca a boca” do seu trabalho e reforçando sua imagem de referência no assunto.
Por fim, lembre-se de que essas dicas são apenas sugestões, e que você pode — e deve — adaptá-las ao contexto do seu consultório, sempre de acordo com o Código de Ética Odontológica.
E você, já utiliza alguma dessas dicas no seu dia a dia? Quais outras ações você faz para captar e fidelizar pacientes? Conte para nós através dos comentários!