Estar presente nas redes sociais é abrir um canal interessante de comunicação com pacientes e possíveis clientes, onde a troca de informações é constante. Porém, é preciso estar ciente de que estar na web também exige planejamento e estratégia.
Hoje em dia, a plataforma mais frequentada — alcançando, no Brasil, a marca de mais de 89 milhões de usuários — é o Facebook. Mas criar uma fanpage é muito mais que fazer um cadastro e postar algumas coisas!
Diferentemente dos perfis pessoais, uma fanpage dá a opção de você alterar sua página de acordo com as necessidades do seu consultório. É possível, por exemplo, criar uma aba sobre os seus serviços, outra de promoções ou vendas de produtos personalizados e outra com os contatos. E, como odontologista, porque não aproveitar a rede para manter o contato com seus pacientes e fidelizá-los?
Saiba, no post de hoje, como construir uma fanpage para o seu consultório no Facebook!

Pessoal x profissional

Se o seu consultório tem um perfil normal ao invés de ter uma fanpage profissional, você fez alguma coisa de errado na hora de criar sua página. No Facebook, há diferenças claras entre páginas pessoais e profissionais:
• Os perfis pessoais são indicados para que as pessoas se relacionem com amigos, colegas e familiares;
• enquanto as páginas empresariais devem ser usadas com um espaço corporativo, dos quais as pessoas podem se tornar fãs através de uma curtida, acompanhando, em seus feeds individuais, o conteúdo postado na fanpage.
Ambas as contas na rede social são gratuitas, porém, as fanpages exigem mais dedicação, estratégia e planejamento para conquistar o maior número possível de fãs, fortalecendo a sua marca. Além disso, a página profissional oferece ainda algumas funcionalidades pagas para dar mais visibilidade ao seu consultório.

Criando a fanpage

Criar uma fanpage profissional no Facebook é muito fácil. Siga os passos abaixo para fazer a sua:
1. Logado com o seu perfil pessoal, role a página até o rodapé e clique em “criar página no Facebook”.
2. Agora, você deve escolher o tipo de fanpage que será criada. Para consultórios odontológicos, o recomendável é a opção “negócios locais ou lugares”.
3. Em seguida, escolha a categoria “saúde/ medicina”.
4. Pronto! Agora é só configurar as informações sobre a categoria, escrever uma descrição do seu negócio e dar um nome à sua fanpage (é através dele que as pessoas serão direcionadas para a sua página na internet, por isso escolha-o com cuidado).
5. Por fim, adicione uma imagem como foto de perfil, de preferência usando a logomarca do seu consultório ou usando um retrato em que você aparece de jaleco e dentro da sala de atendimento.
Minha fanpage está pronta! E agora?

Conseguindo curtidas

Depois que sua página profissional já estiver configurada e online, o primeiro passo é convidar quem já é seu paciente para curti-la. Para isso, você pode enviar um e-mail divulgando a criação da página ou procurar pelo nome dos clientes na própria rede e convidá-los a curtir a fanpage.
Além disso, lembre-se de adicionar o endereço da sua fanpage à sua assinatura do e-mail do consultório e no seu cartão de visitas, já que ela é uma possibilidade a mais de entrar em contato com você.

Produzindo conteúdo

É importante lembrar-se de que simplesmente ter a fanpage com algumas curtidas não irá fazer muito pelo seu consultório. Para aproveitar sua presença no Facebook ao máximo, poste artigos relevantes — tanto seus quanto de outros profissionais ou revistas científicas —, vídeos que ensinam seus pacientes a cuidar melhor de sua higiene bucal, entre outros conteúdos que podem ser de interesse daqueles que curtiram a sua página.
Assim, você irá aparecer no feed de notícias dos seus fãs e terá mais chances de conseguir seu engajamento (seja com curtidas, comentários ou compartilhamentos), aumentando a visibilidade do seu consultório e sua reputação como profissional que se preocupa em manter-se atualizado e fazer o melhor por seus pacientes.

Atenção à legislação

Quando for postar alguma coisa na sua fanpage, entretanto, não se esqueça de agir de acordo com o Código de Ética Odontológica do Conselho Federal de Odontologia (CFO), que regula a publicidade do setor.
As principais restrições estão no que se refere a comunicações de serviços e produtos no ramo odontológico. Em toda divulgação deve constar o nome, a inscrição no CRO e também o nome que represente a atividade de cirurgião dentista, seja de pessoa física ou jurídica. Neste último, deve constar, ainda, o nome e inscrição no CRO do responsável técnico.
O CFO considera, com base em seu Código de ética, os seguintes exemplos, como infração:
• Propaganda enganosa;
• divulgação de preços ou formas de pagamento;
• e oferecer algum procedimento gratuito em troca de indicação de novos pacientes.
Pronto para criar sua fanpage? Comente e continue acompanhando nosso blog e a nossa fanpage! É só procurar por Instituto Cerâmica, curtir,comentar e compartilhar!